25 ANOS DO HOSPITAL DA MULHER

25 ANOS DO HOSPITAL DA MULHER

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

SEM PROVAS, MAS COM “CONVICÇÃO”: PF QUER ESTICAR INVESTIGAÇÃO SOBRE LULA E DILMA

"É uma convicção e, portanto, dispensa provas, como aquela gravação já considerada ilegal pelo STF, mandada divulgar por Sérgio Moro mas que, como ele é um juiz acima da lei, não deu em nada. O aparato policial-judicial brasileiro virou uma ferramente de perseguição política vergonhosa. Não se apura os fatos, buscam-se provas – ou algo levemente assemelhado a isso – para confirmar opiniões", escreve o jornalista Fernando Brito, do Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário