25 ANOS DO HOSPITAL DA MULHER

25 ANOS DO HOSPITAL DA MULHER

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

JUIZ CONTESTA TESE DAS PROPINAS DA LAVA JATO

Empreiteiras não devem ser obrigadas a devolver aos cofres públicos dinheiro gasto com propina quando a quantia saiu das próprias empresas, e não da administração pública. Assim entendeu o juiz federal Friedmann Anderson Wendpap, da 1ª Vara Federal de Curitiba, ao rejeitar pedido do Ministério Público Federal em ação de improbidade administrativa contra executivos da Galvão Engenharia, como o presidente Dario Galvão (foto), a própria construtora (como pessoa jurídica) e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa; segundo ele, os recursos podem ter saído da margem de lucro das empresas

Nenhum comentário:

Postar um comentário